quarta-feira, 7 de maio de 2014

TERMOS - LETRAS Ha => Hi

HABER, processo de: um processo industrial para produzir amônia por reação de nitrogênio com hidrogênio. A reação é reversível e exotérmica, de forma que a formação de uma grande quantidade de amônia é favorecida por temperaturas baixas e altas pressões.

HÁFNIO (Hf): um elemento de transição metálico, prateado e lustroso. É usado em ligas de tungstênio em filamentos e em eletrodos e como um absorvente de neutrons.

HALETO ORGÂNICO: é um derivado halogenado, ou seja, uma função orgânica que compreende compostos derivados de hidrocarbonetos por substituição de átomos de hidrogênio por igual número de átomos de halogênio.

HALOGÊNIOS: o nome halogênio vem do grego “produtor de sais”. Elementos não metálicos do grupo 17 ( F, Cl, Br, I e At ).

HALOGENAÇÃO: quando um átomo do grupo dos halogênios é introduzido num composto através de uma reação química, chamamos de halogenação.

HÁSSIO (Hs): número atômico 108 e massa atômica 265.

HECTARE (ha): é uma unidade de medida agrária, equivalente a uma área de 10.000 metros quadrados ou um hectômetro quadrado. Uma comparação visual grosseira à área de 1 hectare é a área de um campo de futebol.

HÉLIO (He): um elemento, incolor, gasoso e sem cheiro. Ocorre em minérios de urânio e de tório e em alguns depósitos de gás natural. Tem uma grande variedade de usos, incluíndo o aprovisionamento de atmosferas inertes para soldar e para a manufatura de semicondutores, como refrigerante para supercondutores e como diluente em aparelhos de respiração. É também usado para encher balões.

HÉLIO, VOZ FINA COM: uma brincadeira interessante é feita com um balão cheio de gás hélio, que pode ser facilmente encontrado em festas infantis. A velocidade de propagação do som no hélio é de cerca de 965m/s, que corresponde a quase três vezes a velocidade de propagação do som no ar (v=343m/s). Enchemos então os pulmões com o gás hélio do balão e ao falarmos a nossa voz sai bem mais aguda. O que está acontecendo? As nossas cordas vocais fazem o gás em nossos pulmões vibrar segundo um comprimento de onda definido para cada tom.
A diferença da velocidade de propagação do som nos gases hélio e atmosférico produzem alterações na freqüência e comprimento de onda destes sons, advindo então estas diferenças tonais. Deve-se cuidar, no entanto, ao fazer este experimento, que é perigoso, já que o gás hélio pode levar ao sufocamento.

HEMATITA: uma forma mineral de óxido de ferro III, Fe2O3. É o minério de ferro mais importante. A hematita é o maior agente de coloração vermelha das rochas: os maiores depósitos têm origem sedimentar. Na indústria, a hematita é também usada como um agente polidor e em tintas.

HEMIACETAIS OU ACETAIS: compostos orgânicos, formados pela adição de uma molécula de álcool a uma molécula de aldeído. Se uma molécula de aldeído reage com uma molécula de álcool forma-se um hemiacetal. Os anéis do açúcar aldose são hemiacetais.

HEMOGLOBINA: o transporte de oxigênio dos pulmões às células do organismo dos vertebrados é uma das principais funções da hemoglobina do sangue no processo respiratório. Esse transporte é feito através da interação da hemoglobina com o oxigênio do ar inspirado. Devido a isto, forma-se o complexo oxihemoglobina, representado pela notação HbO2. Chegando às células do organismo, o oxigênio é liberado e o sangue arterial (vermelho) transforma-se em venoso (vermelho arroxeado). A hemoglobina livre pode ser reutilizada no transporte do oxigênio.  .

HEPTANO (C7H16): é um hidrocarboneto, líquido, apolar cujas moléculas estão unidas por forças de Van der Waals e insolúvel em água.

HEROÍNA: éster diacetato de morfina, um alcalóide extraído do ópio (seiva seca da cápsula das sementes não maduras da papoula). Causa dependência ainda maior que a morfina. O uso crônico leva o organismo a ter problemas de vesícula e prisão de ventre. Caso seu uso seja interrompido bruscamente , pode levar à morte por desidratação.

HERZT: é a unidade de frequência e corresponde a 1 ciclo (1 movimento ondulatório completo) por segundo. Os sons decorrem de movimento ondulaório do ar regulares, homogêneos, dentro de certa frequência entre 16 e 20.000herzt. Abaixo de 16Hz se situam os infrasons e acima de 20.000Hz colocam-se os ultrasons, ambos não perceptíveis ao ouvido humano.

HESS, LEI DE: se os reagentes podem ser convertidos em produtos por uma série de reações, a soma dos calores destas reações (tendo em conta o respectivo sinal) é igual ao calor da reação para a conversão direta de reagentes em produtos. Com maior generalidade, a variação de energia global quando se vai dos reagentes para os produtos não depende do caminho que se toma. A lei pode ser usada para obter valores termodinâmicos que não se consegue medir diretamente. Ela foi aplicada pela primeira vez em 1840 pelo químico russo Germain Henri Hess. É por vezes chamada lei da soma constante de calor e é uma consequência da lei da conservação da energia.

HETEROÁTOMO: na orgânica é um átomo diferente de carbono e hidrogênio, que na cadeia carbônica esta entre dois átomos de carbono.
Exemplo: éteres: CH3O – CH3

HETEROCÍCLICA: são moléculas que contém pelo menos um anel de átomos de carbono, com pelo menos um outro tipo de átomo (normalmente nitrogênio ou oxigênio) fazendo parte do anel.

HETEROGÊNEO: sistema que apresenta duas ou mais fases. Ex: água mais óleo.

HETERÓLISE: é a ruptura de uma ligação covalente, de modo que os elétrons do par eletrônico ficam com um dos ligantes. Há formação de cátions e ânions.
Ex: Cl - Cl , a ruptura ocorre de maneira que um dos cloros ficará positivo e o outro negativo. Recebe também o nome de ruptura heterolítica.

HETEROSÍDEOS: são glicídios que sofrem hidrólise, produzindo oses (hidratos de carbono simples) e outros compostos.

HEXAFLUORETO DE ENXOFRE (SF6): ou fluoreto de enxofre, um haleto não metálico gasoso, incolor e inodoro, a temperatura e pressão normais. Muito pouco solúvel em água. Utilizado em centros cirúrgicos de oftalmologia, tem por objetivo correção de descolamento de retina.

HEXANO (C6H14): é um solvente alifático, apresentando hidrocarbonetos isômeros com 6 átomos de carbono, obtido por destilação fracionada de frações do petróleo, com faixa de destilação compreendida entre 62 a 74oC.
É um líquido incolor com odor característico insolúvel em água. Uma das características principais deste produto é possuir alto poder extrativo e rápida evaporação.
A maior aplicação do produto está na extração de óleos
e gorduras vegetais. Além desses usos, o produto é também utilizado em outros segmentos industriais, tais como na indústria de adesivos, quando se necessita de elevada taxa de evaporação, e na indústria de borrachas leves, além de outras aplicações.

HEXOSE: são moléculas com seis átomos de carbono e constituem um dos mais importantes grupos de monossacarídeos. Entre eles a glicose de fórmula: C6H12O6 desempenha um papel de destaque.

HIBRIDIZAÇÃO: é a formação de orbitais híbridos.
Ex: hibridização “sp”  é um orbital híbrido construído de um orbital “s” e um orbital “p”. Carbono com ligação tripla tem orbital híbrido “sp”, com dupla tem orbital híbrido “sp2” e com ligações simples tem orbital híbrido “sp3”.

HIDRATAÇÃO: é o processo físico que faz parte da dissolução de sólidos, também chamada de solvatação, ou processo químico onde água é adicionada ao composto através de uma reação química.

HIDRATOS: compostos que tem um número específico de moléculas de água unidas a ele.

HIDRATOS DE CARBONO: composto orgânico formado por carbono, hidrogênio e oxigênio, geralmente combinados na proporção de um átomo de carbono para um número de átomos de hidrogênio e de oxigênio equivalente ao que existe numa molécula de água.
Os hidratos de carbono incluem muitos compostos importantes tais como açúcares, amido e celulose.

HIDRATOS DE METANO: quando as bactérias digerem a matéria orgânica, no fundo do mar, liberam moléculas de CH4 (metano). Estas moléculas acabam “aprisionadas” nos cristais de água congelada, formando os hidratos ou, ainda, se combinam com o limo e o barro do fundo do oceano, formando bolhas de gás entre densas camadas de barro. Uma estrutura normal de hidrato de metano contém 46 moléculas de água e 8 moléculas de metano. Sua aparência é como o gelo, mas é estável somente a altas pressões e baixas temperaturas. Não existe ligação covalente entre a água e o metano; o hidrato, quando se funde, libera água líquida e gás metano.

HIDRAZINA (N2H4): um sólido incolor ou branco. É muito solúvel em água e solúvel em etanol. A hidrazina é um poderoso agente redutor e reage violentamente com muitos agentes oxidantes, por isso é usada como propulsor de foguetes.


HIDRETOS: composto binário do hidrogênio com outro elemento, principalmente dos grupos 1 (metais alcalinos) e 2(metais alcalinos terrosos). Nestes casos o hidrogênio faz ligação iônica e seu número de oxidação é igual a menos um.

HIDRETOS IÔNICOS: a altas temperaturas, os metais do grupo 1 e os metais mais pesados do grupo 2(Ca; Sr; Ba) formam hidretos iônicos tais como NaH ou CaH2. Esses compostos são sólidos com elevados pontos de fusão e reagem com a água formando bases e liberando gás hidrogênio.

HIDRETOS COVALENTES: são formados na combinação do hidrogênio com elementos dos grupos: 13; 14; 15; 16 e 17. São compostos por moléculas
covalentes, com fracas forças de Van Der Waals mantendo unidas as moléculas, que são geralmente voláteis e apresentam baixo ponto de fusão e ebulição. Eles não conduzem a corrente elétrica.

HIDRETOS METÁLICOS; formados pela combinação do hidrogênio com vários elementos dos grupos: 3; 4; 5; 6; 7; 8; 9 ;10; 11; 12; lantanídeos e actínideos. Esses hidretos geralmente apresentam propriedades semelhantes àquelas dos metais correspondentes: eles são duros, apresentam brilho metálico, conduzem a corrente elétrica e apresentam propriedades magnéticas. Os hidretos são menos densos que os correspondentes metais e podem ser quebradiços. 

HIDROCARBONETOS: compostos constituídos somente por carbono e hidrogênio.

HIDROCARBONETOS ALIFÁTICO: hidrocarbonetos de cadeia  aberta ou  fechada que não contém o grupo benzênico ou anel benzênico.

HIDROCARBONETOS AROMÁTICOS: hidrocarbonetos que contém um ou mais anéis benzênicos.

HIDROCARBONETOS INSATURADOS: hidrocarbonetos que contém ligações covalentes duplas ou triplas entre átomos de carbono.

HIDROCARBONETOS SATURADOS: hidrocarbonetos que somente contém ligações covalentes simples.

HIDROCORTISONA: geralmente fornecida sob a forma de creme, é um corticosteróide tópico. Pertence a um grupo de fármacos antiinflamatórios. Mas o creme de hidrocortisona tende a perder a eficácia com o passar do tempo, enquanto os corticosteróides tendem a reduzir a espessura da pele, acarretar a formação de estrias e causar excesso de pelos no corpo. Deve-se evitar o uso excessivo ou prolongado. Deve-se evitar o uso nas proximidades dos olhos, rosto e outras áreas sensíveis do corpo.

HIDROENERGIA: energia cinética das massas de água dos rios, que fluem de altitudes elevadas para os mares e oceanos graças a força gravitacional. A hidroenergia também pode ser vista como forma de energia potencial; volume de água armazenada nas barragens. As grandes hidrelétricas utilizam barragens para compensar as variações sazonais do fluxo dos rios e, através do controle por comportas, permitir modulação da potência instantânea gerada nas turbinas. No Brasil, o aproveitamento desse tipo de energia também está sendo canalizado nas pequenas centrais hidrelétricas, usinas com pequena potência, que causam menor impacto ambiental.

HIDROFÍLICO: designação de um grupo de colóides que mostram afinidade com a água.
Designa também um agrupamento atômico dentro de uma molécula que apresenta as características de afinidade para com a água, embora o restante da molécula não tenha as mesmas características, isto é, seja hidrofóba.
Ex: na molécula do álcool etílico (CH3CH2OH ), o agrupamento [–OH] é hidrófilo, enquanto o restante da molécula é hidrófoba.

HIDRÓFOBA: substância que não tem afinidade com a água, sendo insolúveis.

HIDROFÓBICO: designação de um grupo de colóides que não mostra muita afinidade com a água, tendendo a coagular se não for protegido convenientemente.
Exemplo: ouro coloidal.
Designa também um agrupamento atômico dentro de uma molécula, ou uma molécula inteira.

HIDROGENAÇÃO: adição de hidrogênio, principalmente em compostos com duplas ou triplas ligações entre carbonos.

HIDROGÊNIO (H): um elemento químico gasoso, incolor e sem odor. É o elemento mais leve e abundante no universo. Está presente na água e em todos os compostos orgânicos. A principal fonte de hidrogênio é o vapor de gás natural reciclado. Pode também ser produzido pela eletrólise da água. Seu principal uso é no processo de Haber para produzir amônia. O hidrogênio é também usado em vários outros processos industriais, como a redução de minérios de óxidos, na refinação do petróleo, na produção de hidrocarbonetos, a partir do carvão e na hidrogenação de óleos. Tem-se demonstrado um potencial interesse na sua utilização como combustível.  

HIDROGÊNIO MOLECULAR: o hidrogênio é o gás mais leve conhecido, e, por causa de sua baixa densidade, é utilizado no lugar do hélio para preenchimento de balões metereológicos. É incolor, inodoro e quase insolúvel na água.
O hidrogênio forma moléculas diatômicas, estando os dois átomos unidos por uma ligação covalente muito forte. Em condições normais, o hidrogênio não é muito reativo.
Pode ser usado em maçaricos oxigênio-hidrogênio para soldar ou cortar metais, na produção do gás amônia, hidrogenação de óleos vegetais, como combustível.  
                             

HIDROGÊNIO NASCENTE (H): uma forma de hidrogênio reativa, gerada na reação de algumas misturas (ex. por reação de ácido sobre o zinco). O hidrogênio nascente (H) pode reduzir elementos e compostos que não reagem prontamente com hidrogênio normal (H2). Provavelmente, as moléculas de hidrogênio formam-se num estado excitado antes de irem para o estado elementar (fundamental).

Nenhum comentário:

Postar um comentário