quarta-feira, 7 de maio de 2014

TERMOS - LETRAS Be => Bh

BEBIDA: deve-se entender por bebida todo líquido que pode acompanhar nossos alimentos. A água é a única bebida que aplaca verdadeiramente a sede, e por essa razão só pode ser bebida em quantidade relativamente pequena.

BEBIDA ENERGÉTICA: estimulam o metabolismo e servem como fonte de energia, daí o nome da bebida. São compostas por carboidratos, complexo de vitamina B, gluconolactona, cafeína e taurina. Não viciam, pois a
quantidade de cafeína contida numa dose de energético é a mesma de uma xícara pequena de café, 500 mL de refrigerante à base de cola e 200 mL de chá preto. A taurina, substância presente também no organismo humano, aumenta a resistência física e diminui os efeitos depressores do álcool.

BEBIDA ISOTÔNICA: toda solução que tenha osmolalidade (índice do número de partículas em solução) muito próximo à dos líquidos do corpo (280-340 osmol/Kg) é considerada bebida isotônica. Essa característica é importante para facilitar a transferência de fluido e nutrientes para o sangue. Ex: Água-de-Coco, Gatorade, Marathon, etc.

BECQUEREL, ANTOINE HENRI: físico francês (1852-1908) que descobriu a radioatividade em 1896. Ele colocou um composto de urânio sobre uma chapa fotográfica envolta em papel escuro.  Quando revelou a chapa, viu que estava enevoada, mostrando que os raios emitidos pelo composto atravessaram o papel. A química francesa Marie Curie chamou esse processo de radioatividade.

BECQUEREL (Bq): unidade do Sistema Inter-nacional de Radioatividade. A radioatividade de uma substância em Becquerels equivale ao número de átomos que decai em um segundo.

BELADONA: o nome vem da prática, comum entre mulheres na Itália, de pingar nos olhos o suco espremido das bagas pretas dessa planta.
Pensavam que a dilatação das pupilas daí resultante tornava-as mais belas, daí belladonna, "bela mulher" em italiano. Quantidades maiores da mortal beladona, se ingeridas, podiam acabar induzindo um sono semelhante à morte.
É provável que também isso fosse de conhecimento geral, e talvez essa tenha sido a poção tomada por Julieta na célebre obra de Shakespeare, Romeu e Julieta. Os dois principais componentes da beladona são a hiosciamina e hioscina. Uma forma de hiosciamina é conhecida como atropina e continua sendo usada até hoje, em diferentes soluções, para dilatar a pupila em exames oftalmológicos. Grandes concentrações produzem visão embaçada, agitação e até delírio.
A atropina é um medicamento eficaz para envenenamento pelos gases sarin ou paration.

BENEFICIAMENTO: de minério útil. É a separação do minério nos seus componentes úteis e material de desperdício (ganga). Esta separação pode ser obtida por vários processos, incluindo esmagamento, trituração, separação magnética, flutuação de espuma, etc. O minério útil, sendo constituído por uma elevada proporção de componentes úteis, está pronto para a fundição ou qualquer outro processo de refinação.  

BENZALDEÍDO (C6H5CHO): também chamado de benzeno-carbaldeído, é um líquido amarelo gorduroso e volátil. O composto existe no miolo da amêndoa. É usado em aromatizantes, perfumes e na indústria dos corantes.

BENZENO (C6H6 ): é um hidrocarboneto, líquido e incolor. É atualmente produzido a partir da gasolina de petróleo por reforma catalítica. O benzeno é o modelo de compostos aromáticos. Pode ser representado por um hexágono com um anel no seu interior.

BENZENO-1,4-DIOL [C6H4(OH)2 ]: é um sólido cristalino branco, usado na fabricação de corantes para tintas. Conhecido também por hidroquinole ou quinol.

BENZIL(C6H5 - CH2- )ou FENIL(C6H5-): benzeno foi isolado pela primeira vez em 1825 a partir de uma mancha oleosa que havia sido depositada como resultado da queima de gás usado por uma lamparina. Quem examinou essa fuligem foi Michael Faraday, que fez vários testes com o novo composto e descobriu que ele tinha o mesmo número de carbonos, quanto de hidrogênios, e portanto, o chamou de “hidrogênio carburetado”. Mas, um conhecido químico daquela época sugeriu mudar o nome do novo composto para “PHENO” do grego “PHAINEM”, que queria dizer brilhante, já que o composto havia sido achado nos resíduos do gás utilizado para iluminação. Esse nome nunca pegou, mas o que é interessante é que a derivação “FENIL” ou “FENILA” é utilizada por químicos do mundo todo significando o radical fenila(C6H5-).
Alguns anos mais tarde o mesmo composto foi isolado de algumas árvores conhecidas por “BENZOINA”. o composto para sempre como “BENZENO”.
Mitschelich que fez a descoberta, decidiu chamar o composto de “BENZINA”, mas este nome lembrava compostos alcalóides como a “QUININA”. Os alemães trataram de chamá-lo de “BENZOL”, mas isto dava a impressão que o composto era da família dos alcoóis. A briga para dar nome ao composto acabou ficando mesmo do lado dos ingleses e dos franceses, que nomearam o composto para sempre como “BENZENO”.

BENZINA (C6H4): é um composto contendo um anel hexagonal de átomos de carbono com duas ligações duplas e uma ligação tripla. Composto altamente reativo e não pode ser isolado, apesar da benzina e dos seus derivados serem intermediários de curta duração em reações orgânicas.  

BENZOATO DE SÓDIO ( C7H5NaO2 ): é um pó branco, granuloso ou cristalino, inodoro ou com fraco odor balsâmico, sabor adocicado e levemente adstringente. Sua solução aquosa é neutra ou fracamente alcalina, pH próximo a 8 . É um conservante bactericida e fungicida. É usado nas bebidas carbônicas, saladas de fruta, sucos, marmeladas, geléias, caviar, margarinas, balas, tortas de fruta, molhos, etc.

BENZOPIRENO: é um potente agente cancerígeno, formado pela combustão incompleta do tabaco, hulha e óleo. É encontrado no alcatrão da fumaça do cigarro e pode ser um fator na relação entre fumo e câncer de pulmão, de laringe, da cavidade oral, de bexiga de pâncreas. O benzopireno e outros hidrocarbonetos polinucleares estão também presentes em carnes fortemente grelhadas sobre carvão e em peixe defumado, assim como na atmosfera sobre grandes cidades, onde eles são poluentes do ar.

BEQUER: serve para reações entre soluções, dissolução de substâncias, reações de precipitação e aquecimento de líquidos. Deve ser aquecido com tela de amianto.

BERÍLIO (Be): é um elemento cinzento metálico do grupo 2 da  tabela periódica. Usado no fabrico de ligas de Be-Cu, que são usadas em reatores nucleares como refletores e moderadores devido à baixa absorção da secção transversal. O óxido de berílio é usado na cerâmica e nos reatores químicos. O berílio e seus compostos são tóxicos e podem provocar doenças pulmonares muito graves e dermatites.

BERINJELA: é rica em vitamina B1 e cálcio, que fortalece os ossos e os dentes. Além disso, auxilia na produção de energia para o organismo, e também é calmante e diurética. Cada 100 gramas tem 19,0 quilocalorias, 3,90 gramas de glicídios, 1,0 grama de proteína e 0,0 grama de lipídio.

BERQUÉLIO (Bk): é um elemento metálico transurânico radiativo pertencente ao grupo dos actinídeos.

BERZELIUS, JONS: químico sueco, descobriu o selênio em 1818, o silício em 1823 e o tório em 1829. Preparou a primeira tabela precisa de massas atômicas e inventou o sistema que utiliza os símbolos químicos para os elementos.

BETA( 0β1-):  nome dado a um feixe de elétrons que possui carga negativa e massa desprezível. 

BETERRABA: atua na recuperação da desnutrição e da anemia causada por carência de ferro. Também age no fortalecimento muscular, facilita a digestão e é diurética. Apresenta alto teor de sais minerais, vitaminas e carboidratos, e possui ação laxativa. É rica em ferro e potássio, que é um estimulante natural do coração, por isso fortalece este órgão. O suco de beterraba é tônico, refrescante e diurético. Cada 100 gramas tem 31,5 quilocalorias, 5,60 gramas de glicídios, 1,60 gramas de proteína e 0,30 gramas de lipídio.

BETUME: é um dos produtos que forma a mistura de hidrocarbonetos mais pesados que ficam no fundo de uma torre de destilação fracionada do petróleo bruto.

BETUME DA JUDÉIA: é um hidrocarboneto similar ao asfalto de petróleo e é comumente chamado de asfalto natural ou asfaltite. Puro é um pó preto, brilhante, com aparência semelhante à obsidiana. Forma veios verticais quase paralelos, com curiosa orientação geográfica de noroeste para sudeste. Líquido, é uma resina espessa, escura e concentrada que não apresenta resíduos e sedimentos.

BETUME NATURAL: é a porção do petróleo encontrada no estado sólido ou semi-sólido, nas condições de reservatório. Usado no passado para impermeabilização de esquifes, cisternas, embarcações. Também utilizado para iluminação noturna em tochas, no antigo Egito.

BHC (C6H6Cl6): benzeno hexaclorado, composto cristalino, cujo nome é: 1,2,3,4,5,6 – hexacloro ciclohexano, obtido fazendo a cloração do benzeno. É usado como pesticida.

BI: este prefixo é usado quando um ácido com dois hidrogênios ionizáveis, ioniza apenas um deles na formação de sais.

NaHCO3 é um sal originado do ácido carbônico:

(H2CO3) - 1H+1 => (HCO3)-1 que combina com o sódio e forma o bicarbonato de sódio ou hidrogeno carbonato de sódio.

=>NaHSO4 é um sal originado do ácido sulfúrico:

(H2SO4) - 1H+1 => (HSO4)-1 que combina com o sódio, formando o bissulfato de sódio ou hidrogeno sulfato de sódio.

=>NaHS é um sal originado do ácido sulfídrico:

(H2S) -1H+1 => (HS)-1, que combina com o sódio e forma o bissulfeto de sódio ou hidrogeno sulfeto de sódio.

=>Ca(HSO3)2 é um sal originado do ácido sulfuroso:


(H2SO3) - 1H+1 => (HSO3)-1 que combina com o cálcio e forma o bissulfito de cálcio ou hidrogeno sulfito de cálcio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário