quarta-feira, 7 de maio de 2014

TERMOS - LETRAS Ba => Bd

BACTÉRIA: organismos vegetais microscópicos, geralmente sem clorofila, essencialmente unicelulares e universalmente distribuídos.

BACTERICIDA: capaz de destruir bactérias. São exemplos de bactericidas comuns alguns antibióticos, antissépticos e desinfectantes.

BACTÉRIAS NITRIFICANTES: fixam o gás nitrogênio, transformando-o em amônia ou sais de amônio; íon amônio é oxidado então, a nitrito e este para nitrato. Os nitratos solúveis do solo são absorvidos pelas raízes dos vegetais e transformados em proteínas vegetais. Estas são usadas na nutrição de animais superiores, transformando-se em proteína animal.

BAFÔMETRO: são instrumentos que indicam a quantidade de álcool etílico, presente no sangue de um indivíduo pela análise do ar expelido dos pulmões. Acima de 35 microgramas de etanol por 100 ml de ar dos pulmões, o indivíduo é considerado embriagado. Os modelos mais recentes de bafômetro fazem uso da reação de oxidação do álcool etílico sobre um eletrodo de platina. A semi-reação de oxidação corresponde à  reação do álcool etílico com água, dando ácido acético e liberando prótons. A outra semi-reação é a redução do oxigênio, produzindo água.

BAGAÇO DE CANA: é um resíduo fibroso resultante da extração do caldo de cana (moagem). É utilizado como combustível nas caldeiras para geração de energia e calor. Bagaço de Cana hidrolisado, pode ser usado como ração animal, na fabricação de papel, como cama de galinha e outras aplicações que demandem as características físico químicas próprias do bagaço de cana de açúcar.

BANHADO: termo derivado do espanhol “bañado”, usado no sul do Brasil para as extensões de terras inundadas pelos rios. Constituem terras boas para a agricultura, ao contrário dos pântanos.
   
BALANÇA: uma balança simples é formada por uma barra horizontal com um prato de cada lado. O corpo ou quantidade de substância cuja massa se quer medir é colocado em um dos pratos, e unidades conhecidas de massa no outro. A barra se equilibra quando a massa nos dois pratos é a mesma, porque então a gravidade puxa os pratos com igual força.

BALANÇO ENERGÉTICO: estudo que compara a energia que entra (em um sistema) no começo de um processo com a energia que sai ao seu final, considerando, ao mesmo tempo, as diferentes transformações que sofre a energia ao longo do mesmo.

BALÃO DE DESTILAÇÃO OU DE ENGLER: é um balão de fundo chato com saída lateral para passagem dos vapores durante uma destilação.

BALÃO DE FUNDO CHATO: empregado para aquecimento ou armazenamento de líquidos ou solução.

BALÃO DE FUNDO REDONDO: é usado para aquecimento de líquidos e reações com desprendi-mento gasoso.

BALÃO VOLUMÉTRICO: é um recipiente usado na medição rigorosa de volumes de líquidos.

BALÍSTICA: é o estudo do movimento de projéteis. A balística investiga o movimento de projéteis, que são objetos, como balas e bolas de golfe; depois de lançadas por uma força inicial, os projéteis movem-se sem propulsão. Quando se dispara um revólver, a bala percorre uma curva chamada trajetória.  A força que inicia o movimento do projétil, o ângulo de lançamento, o vento, a gravidade, tudo isso afeta a trajetória.

BANANA: estimula o apetite e as funções digestivas, combate a diarréia e é um calmante intestinal, além de ser laxante e diurética. Cada 100 gramas tem 89,0 quilocalorias, 22,80 gramas de glicídios, 1,3 gramas de proteínas e 0,3 gramas de lipídio.

BANHO MARIA: é uma alusão à alquimista Maria, possivelmente irmã de Moisés, o líder hebreu que viveu entre os séculos XIII e XIV a.C. Foi ela quem inventou o processo de cozinhar lentamente alguma coisa mergulhando um recipiente com a substância em água fervente. Ou também pode se uma referência à Virgem Maria, símbolo de doçura, pois o termo evoca o “o mais doce dos cozimentos”.

BAQUELITE: designação comercial para deter-minadas resinas de fenol formaldeídos, que foram introduzidas pela primeira vez em 1900 pelo químico belga-americano Leo Hen drik Baekeland.

BAR: é uma unidade c.g.s de pressão igual a 106 dines por centímetro quadrado ou 105 pascais (aproximadamente 750 mmHg ou 0,987 atmosferas). O milibar (100Pa) é usado com freqüência na meteorologia.

BARBITÚRICOS: são substâncias usadas como anticonvulsivos, principalmente nos casos de epilepsia. Apresentam, porém, como hipnótico, o in-conveniente de deixar em estado de sonolência o paciente que os toma.

BÁRIO (Ba): é um elemento prateado, esbranquiçado, reativo, pertencente ao grupo 2 da tabela periódica, os metais alcalinos terrosos. O metal é usado como absorvente metálico em tubos de sistemas de vácuo. Compostos de bário solúveis são extremamente venenosos.  

BARÔMETRO: é um instrumento para medir a pressão atmosférica. Há dois tipos principais de barômetros. Um barômetro aneróide consiste em uma caixa de metal que contém pouco ar, o que a torna sensível à pressão externa. A caixa contrai-se ou expande-se conforme a pressão atmosférica sobe ou desce e movimenta um ponteiro sobre uma escala. Um barômetro de mercúrio consiste em uma coluna de mercúrio no interior de um tubo de vidro, selado na extremidade superior. A coluna sobe ou desce seguindo as mudanças na pressão atmosférica.

BARRIL: é uma medida de volume igual a 35 galões ingleses ou aproximadamente 158,98 litros.

BARRILHA: carbonato de sódio (Na2CO3), utilizado no preparo de sabões, vidros e no amolecimento de água dura.

BASALTO: é uma rocha básica ígnea de grãos fi-nos. É composta principalmente de feldspato plagioclásico enriquecido com cálcio e de piroxeno, também poderão estar presentes outros minerais como a olivina, magnetita e apatita. O basalto é o tipo mais comum de lava.

BASES: segundo Arrhenius são substâncias que aumentam a concentração de íons hidróxido(OH-) na água.

BASE DE LEWIS: é uma substância que pode doar um ou mais pares de elétrons. Os ânions tendem a ser bases de Lewis.

BASE DE BRONSTED: é a substância capaz de aceitar um próton na forma de íon hidrogênio (H+).

BASTÃO DE VIDRO OU BAGUETA: é um bastão maciço de vidro. Serve para agitar e facilitar as dissoluções.

BATATA: fornece energia para o organismo. Quando colocada sobre as queimaduras, acalma as dores. Cada 100gramas tem 78,50 quilocalorias, 17,60gramas de glicídios, 1,80 gramas de proteína e 0,10gramas de lipídio.

BATERIA: é um conjunto de celas eletroquímicas (pilhas) conectadas em série ou paralelo, que se pode usar como fonte de corrente elétrica direta com voltagem constante.

BATERIA DE CARRO: um carro usa uma bateria que produz corrente para ignição. A  bateria contém células secundárias, que são recarregadas  com  eletricidade pelo alternador  (um tipo de gerador) quando o motor está funcionando.

BATERIA DE LÍTIO: são células primárias que têm ânodos de lítio metálico. As células de lítio produzem uma tensão cerca de duas vezes maior que a de uma bateria comum de zinco-carbono ou alcalina: 3 volts contra 1,5 volts, respectivamente. Baterias de lítio são usadas em muitos equipamentos eletrônicos portáteis, e são também largamente usadas em eletrônica industrial. bateria de litio: O termo “bateria de lítio”, na verdade, refere-se a uma família compostos químicos, compreendendo muitos tipos de cátodos e eletrólitos.

BATERIA PRIMÁRIA: distintas das demais por serem essencialmente não recarregáveis. Exemplos: zinco/dióxido de manganês (Leclanché), zinco/dióxido de prata, lítio/dióxido de enxofre, lítio/ dióxido de manganês.

BATERIA SECUNDÁRIA: bateria recarregável que podem ser utilizadas muitas vezes pelos usuários (centenas e até milhares de vezes para o caso de baterias especialmente projetadas). Como regra geral, um sistema eletroquímico é considerado secundário quando é capaz de suportar 300 ciclos completos de carga e descarga com 80% da sua capacidade. Exemplos: cádmio/óxido de níquel, chumbo /óxido de chumbo, hidreto metálico/óxido de níquel, íons lítio.

BAUNILHA: a vanilina, o ingrediente ativo de um dos compostos flavorizantes mais amplamente usados, a baunilha, é da família dos fenóis, tendo uma estrutura semelhante às do eugenol e do isoeugenol. A vanilina esta presente nas vagens fermentadas e secas da orquídea baunilha, "Vanilla planifolia", nativa das Índias Ocidentais e da América Central, mas hoje cultivada no mundo todo.
Essas vagens alongadas, finas, são vendidas como favas de baunilha, e até 20% de seu peso podem ser vanilina. O chocolate é uma mistura que contém cacau e baunilha. O sabor de cremes, sorvetes, xaropes, bolos e muitas coisas que comemos é em parte fornecido pela baunilha.

BAUXITA (Al2O3.2H2O): constitui o principal minério de alumínio(Al), contendo impurezas de ferro(Fe), titânio(Ti) e silício(Si) em graus variáveis. Apresenta-se em massas compactas terrosas, de mistura com argila e limonita; apresenta cor branca, rosa ou vermelha. O nome deriva de Les Baux, localidade do sul da França, onde primeiro se encontrou o minério.

BEBIDA: deve-se entender por bebida todo líquido que pode acompanhar nossos alimentos. A água é a única bebida que aplaca verdadeiramente a sede, e por essa razão só pode ser bebida em quantidade relativamente pequena.

BEBIDA ENERGÉTICA: estimulam o metabolismo e servem como fonte de energia, daí o nome da bebida. São compostas por carboidratos, complexo de vitamina B, gluconolactona, cafeína e taurina. Não viciam, pois a
quantidade de cafeína contida numa dose de energético é a mesma de uma xícara pequena de café, 500 mL de refrigerante à base de cola e 200 mL de chá preto. A taurina, substância presente também no organismo humano, aumenta a resistência física e diminui os efeitos depressores do álcool.

BEBIDA ISOTÔNICA: toda solução que tenha osmolalidade (índice do número de partículas em solução) muito próximo à dos líquidos do corpo (280-340 osmol/Kg) é considerada bebida isotônica. Essa característica é importante para facilitar a transferência de fluido e nutrientes para o sangue. Ex: Água-de-Coco, Gatorade, Marathon, etc.

BECQUEREL, ANTOINE HENRI: físico francês (1852-1908) que descobriu a radioatividade em 1896. Ele colocou um composto de urânio sobre uma chapa fotográfica envolta em papel escuro.  Quando revelou a chapa, viu que estava enevoada, mostrando que os raios emitidos pelo composto atravessaram o papel. A química francesa Marie Curie chamou esse processo de radioatividade.

BECQUEREL (Bq): unidade do Sistema Inter-nacional de Radioatividade. A radioatividade de uma substância em Becquerels equivale ao número de átomos que decai em um segundo.

BELADONA: o nome vem da prática, comum entre mulheres na Itália, de pingar nos olhos o suco espremido das bagas pretas dessa planta.
Pensavam que a dilatação das pupilas daí resultante tornava-as mais belas, daí belladonna, "bela mulher" em italiano. Quantidades maiores da mortal beladona, se ingeridas, podiam acabar induzindo um sono semelhante à morte.
É provável que também isso fosse de conhecimento geral, e talvez essa tenha sido a poção tomada por Julieta na célebre obra de Shakespeare, Romeu e Julieta. Os dois principais componentes da beladona são a hiosciamina e hioscina. Uma forma de hiosciamina é conhecida como atropina e continua sendo usada até hoje, em diferentes soluções, para dilatar a pupila em exames oftalmológicos. Grandes concentrações produzem visão embaçada, agitação e até delírio.
A atropina é um medicamento eficaz para envenenamento pelos gases sarin ou paration.

BENEFICIAMENTO: de minério útil. É a separação do minério nos seus componentes úteis e material de desperdício (ganga). Esta separação pode ser obtida por vários processos, incluindo esmagamento, trituração, separação magnética, flutuação de espuma, etc. O minério útil, sendo constituído por uma elevada proporção de componentes úteis, está pronto para a fundição ou qualquer outro processo de refinação.  

BENZALDEÍDO (C6H5CHO): também chamado de benzeno-carbaldeído, é um líquido amarelo gorduroso e volátil. O composto existe no miolo da amêndoa. É usado em aromatizantes, perfumes e na indústria dos corantes.

BENZENO (C6H6 ): é um hidrocarboneto, líquido e incolor. É atualmente produzido a partir da gasolina de petróleo por reforma catalítica. O benzeno é o modelo de compostos aromáticos. Pode ser representado por um hexágono com um anel no seu interior.

BENZENO-1,4-DIOL [C6H4(OH)2 ]: é um sólido cristalino branco, usado na fabricação de corantes para tintas. Conhecido também por hidroquinole ou quinol.

BENZIL(C6H5 - CH2- )ou FENIL(C6H5-): benzeno foi isolado pela primeira vez em 1825 a partir de uma mancha oleosa que havia sido depositada como resultado da queima de gás usado por uma lamparina. Quem examinou essa fuligem foi Michael Faraday, que fez vários testes com o novo composto e descobriu que ele tinha o mesmo número de carbonos, quanto de hidrogênios, e portanto, o chamou de “hidrogênio carburetado”. Mas, um conhecido químico daquela época sugeriu mudar o nome do novo composto para “PHENO” do grego “PHAINEM”, que queria dizer brilhante, já que o composto havia sido achado nos resíduos do gás utilizado para iluminação. Esse nome nunca pegou, mas o que é interessante é que a derivação “FENIL” ou “FENILA” é utilizada por químicos do mundo todo significando o radical fenila(C6H5-).
Alguns anos mais tarde o mesmo composto foi isolado de algumas árvores conhecidas por “BENZOINA”. o composto para sempre como “BENZENO”.

Mitschelich que fez a descoberta, decidiu chamar o composto de “BENZINA”, mas este nome lembrava compostos alcalóides como a “QUININA”. Os alemães trataram de chamá-lo de “BENZOL”, mas isto dava a impressão que o composto era da família dos alcoóis. A briga para dar nome ao composto acabou ficando mesmo do lado dos ingleses e dos franceses, que nomearam o composto para sempre como “BENZENO”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário